Logosystem Sistemas https://logosystem.com.br/ Mon, 27 Mar 2023 16:06:56 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.5.2 https://logosystem.com.br/wp-content/uploads/2022/05/favicon-150x150.png Logosystem Sistemas https://logosystem.com.br/ 32 32 F1 in Schools, rumo ao Nacional em Brasília https://logosystem.com.br/blog/f1-in-schools-rumo-ao-nacional-em-brasilia/ https://logosystem.com.br/blog/f1-in-schools-rumo-ao-nacional-em-brasilia/#respond Wed, 15 Mar 2023 19:11:43 +0000 https://www.logosystem.com.br/?p=81419 No dia 23 de fevereiro, recebemos os jovens do ensino médio da Escola S (SESI/SENAI) de Criciúma, Pedro, Arthur e Renato, que compõem a equipe da Alpha Scuderia, para um bate papo sobre a F1 In Schools. Não conhece a competição ainda? Ficou curioso? Então vamos lá… A F1 In Schools, ou Fórmula 1 nas …

F1 in Schools, rumo ao Nacional em Brasília Leia mais »

The post F1 in Schools, rumo ao Nacional em Brasília appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
No dia 23 de fevereiro, recebemos os jovens do ensino médio da Escola S (SESI/SENAI) de Criciúma, Pedro, Arthur e Renato, que compõem a equipe da Alpha Scuderia, para um bate papo sobre a F1 In Schools.

Não conhece a competição ainda? Ficou curioso? Então vamos lá…

A F1 In Schools, ou Fórmula 1 nas Escolas, é uma competição de empreendedorismo onde os jovens montam e desenvolvem uma Escuderia de Automobilismo, com minicarros de aproximadamente 20 centímetros, fabricados pelas equipes e que correm em pistas de 24 metros.

Mas não é só isso não!

Dentro do projeto existem os setores e tudo o que envolve uma escuderia de verdade. Sendo assim, as equipes participantes devem apresentar também um Portfólio de Engenharia, onde são descritas todas as pesquisas e estudos de peso, altura, aerodinâmica e até pintura do minicarro, um Portfólio de Empreendimento, onde envolvem marketing, patrocínios, sustentabilidade e ações sociais, e ainda um Portfólio de Gestão, onde são especificados os orçamentos, cronogramas e responsabilidades internas da equipe; para que tudo seja analisado pelo comitê avaliador da competição.

O evento acontece em temporadas e a primeira teve início em 2022 com a Fase Regional, onde os meninos da Alpha Scuderia, patrocinados pela Logosystem, foram selecionados.
Já a segunda temporada, a Fase Nacional, se dará entre os dias 15 e 18 de março deste ano em Brasília, com a participação (e possível classificação) da Alpha Scuderia.

Após essa corrida em Brasília, as equipes classificadas para a terceira e última fase, a Fase Internacional, competirão em Singapura no mês de setembro deste ano.
Vale ressaltar que a Equipe Alpha Scuderia já participa do campeonato desde 2019, sendo esta a sua 5º participação nas fases classificatórias.

O evento é aberto ao público, com estande das equipes e as corridas acontecendo.

Acompanhe também em nossas redes sociais!

The post F1 in Schools, rumo ao Nacional em Brasília appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
https://logosystem.com.br/blog/f1-in-schools-rumo-ao-nacional-em-brasilia/feed/ 0
Custos e despesas? Descubra como ORGANIZAR na sua INDÚSTRIA! https://logosystem.com.br/blog/custos-e-despesas-descubra-como-organizar-na-sua-industria/ https://logosystem.com.br/blog/custos-e-despesas-descubra-como-organizar-na-sua-industria/#respond Fri, 04 Feb 2022 13:59:36 +0000 https://www.logosystem.com.br/?p=80276 Classificar custos e despesas de uma indústria de fato não é uma tarefa fácil. Para te auxiliar com essa dificuldade, montamos uma lista de dicas que facilitarão a tomada de decisões nesse momento, confira! Custo x Despesa Inicialmente, precisamos entender a diferença entre a definição de cada um desses termos: custos e despesas. Os custos …

Custos e despesas? Descubra como ORGANIZAR na sua INDÚSTRIA! Leia mais »

The post Custos e despesas? Descubra como ORGANIZAR na sua INDÚSTRIA! appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
Classificar custos e despesas de uma indústria de fato não é uma tarefa fácil. Para te auxiliar com essa dificuldade, montamos uma lista de dicas que facilitarão a tomada de decisões nesse momento, confira!

Custo x Despesa

Inicialmente, precisamos entender a diferença entre a definição de cada um desses termos: custos e despesas. Os custos estão diretamente relacionados com a produção e com o produto final desenvolvido pela empresa. Já no caso das despesas, estamos falando de tudo aquilo que é paralelo à produção, como  por exemplo as despesas administrativas.

Ter essa classificação é fundamental para avaliar melhor a operação de sua empresa, podendo futuramente entender os pontos à melhorar e concretamente estabelecer proposições funcionais.

Custos

Como primeiro tópico, vamos entender primeiramente os custos. Imagine que você possui uma fábrica de roupas e precisa elencar quais os custos você possui. Em sua lista, portanto, constará os seguintes itens:

  • Os tecidos, malhas e telas;
  • Linhas de costura, ferramentas e adereços;
  • Etiquetas;
  • Embalagem para as peças únicas;
  • Embalagem para mais de uma peça;
  • Embalagem para grandes quantidades;
  • Máquinas de costura;
  • Salários das costureiras, designers e dos demais funcionários da produção;
  • Tintas, tingimentos e outros processos de acabamento.

Além disso, podemos classificar os custos de diversas maneiras. Confira a seguir as quatro principais definições que elencamos para você:

Custo direto

Esse custo está associado diretamente ao produto/serviço oferecido pela empresa, ou seja, no cálculo atribuído ao valor final dos produtos.

Custo indireto

São os custos que não estão necessariamente ligados ao produto final, mas que podem estar inclusos no preço do produto final.

Custo fixo

Da mesma forma que acontece com as despesas, existem custos que são mais fáceis de prever. Tratam-se daqueles que permanecem os mesmos, independente da produção mensal ou desempenho na empresa.

Custo variável

Os custos variáveis são menos previsíveis. São os que podem sofrer oscilações dependendo de quantos recursos foram utilizados, da performance de diferentes setores e até mesmo de acordo com o mercado e a economia.

Despesas

No caso das despesas, como explicado anteriormente o conceito é um pouco diferente. Nesse caso, elas estão descritas para a obtenção de receita da empresa, porém, não fazem parte do processo de transformação e manufatura dos produtos. 

No mesmo caso da empresa de roupas, podemos citar alguns exemplos de despesas, confira:

  • Aluguel e manutenção do pavilhão;
  • Pró-labore dos sócios;
  • Telefone, internet, água, energia..;
  • Comissão de vendedores;
  • Materiais de escritório;
  • Salários da equipe administrativa;
  • Impostos, taxas e tributos.

Além disso, classificar as despesas de maneira correta auxiliam no momento do planejamento, isso porque essas categorias dão aos gestores clareza sobre a distribuição das receitas. Para essa classificação, temos as seguintes denominações:

Despesas regulares e/ou extraordinárias

Regulares: São as despesas que já fazem parte do radar financeiro de sua empresa e que todos os meses estarão por lá. Um exemplo disso são os salários, impostos, aluguéis e as contas fixas.

Extraordinárias: São as despesas que não estão no escopo financeiro da empresa mas que imprevisivelmente podem ocorrer. Um exemplo disso são os gastos com manutenção, multas e reposição de equipamentos, por exemplo.

Outras despesas que indústrias comumente possuem são as Fixas e as variáveis que, por si só, são muito similares às anteriores:

Fixas: Despesas constantes e que não se alteram perante os meses. (Salários, aluguéis…)

Variáveis: Despesas que, apesar de fixas e constantes, elas podem alterar seu valor. (Horas extras, contas de energia, água…)

Visão macro da empresa

Uma das maneiras mais confortáveis para a visualização das despesas é enxergá-las em um escopo macro, separando por setores e atividades. Confira:

Despesas Administrativas

  • Salários;
  • Site da empresa;
  • Internet e comunicação;
  • Água e Luz;
  • Aluguel, IPTU…;
  • Faxinas e limpeza.

Despesas Comerciais

  • Marketing e divulgações;
  • Comissões.

Despesas Operacionais

  • Materiais de escritório;
  • Materiais de limpeza, cozinha e afins;
  • Deslocamento, combustíveis, passagens, estadias;
  • Infraestrutura e ambiente.

Despesas Financeiras

  • Tarifas, tributos e despesas bancárias;
  • Juros e IOF;

Desperdícios e perdas

Além dessas definições, um dos pontos primordiais para serem levantados são os desperdícios e as perdas envolvidas nos processos de produção e administrativos. Vamos classificá-los:

Perdas: Despesas extraordinárias que não trarão retorno à empresa nem mesmo a oportunidade de retorno. Um exemplo é uma catástrofe, como incêndios, inundações, roubos e furtos.

Desperdícios: Os desperdícios, por outro lado, estão envolvidos com à utilização dos recursos disponíveis, sejam eles físicos ou de tempo. Alguns exemplos à seguir:

Defeitos: produtos perdidos devido a defeitos na matéria-prima ou serviço mal-executado.

Excesso de produção: produção maior ou mais rápida que necessário.

Espera: tempo ocioso para a equipe ou equipamentos.

Transporte: movimentação desnecessária de materiais ou equipamento

Movimentação: transporte desnecessário da equipe

Processamento inapropriado: processos desnecessários para a qualidade final do produto ou serviço

Estoque: armazenamento excessivo de produtos ou matéria prima.

O frete é uma despesa ou um custo?

Apesar de ser uma pergunta constantemente reproduzida pela maioria das equipes financeiras, a resposta é simples!

Os fretes sob a VENDA são considerados despesas comerciais, já que estão relacionadas à venda para o cliente e não ao produto.

Já no caso de fretes sobre a COMPRA de insumos e matéria-prima o cenário se altera para um Custo, já que estão relacionados à produção.

Conheça o Gestor Fácil

Com um sistema de gestão integrada o controle de seus custos e despesas se torna uma tarefa fácil e ágil. Com dados 100% reais e em tempo real, a visualização da saúde financeira da sua empresa se dá de maneira muito mais organizada e prática.

Além disso, automatizar a sua equipe financeira com a eliminação de planilhas e papéis faz com que ela seja muito mais eficiente e comprometida com a entrega dos prazos e dos resultados efetivos.

Entre em contato com a gente e conheça as oportunidades de gerenciamento que possuímos para a sua empresa!

The post Custos e despesas? Descubra como ORGANIZAR na sua INDÚSTRIA! appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
https://logosystem.com.br/blog/custos-e-despesas-descubra-como-organizar-na-sua-industria/feed/ 0
Saiba a diferença entre NFe de Ajuste e NFe Complementar. https://logosystem.com.br/blog/saiba-a-diferenca-entre-nfe-de-ajuste-e-nfe-complementar/ https://logosystem.com.br/blog/saiba-a-diferenca-entre-nfe-de-ajuste-e-nfe-complementar/#respond Fri, 14 Jan 2022 09:30:43 +0000 https://www.logosystem.com.br/?p=80264 Primeiramente, vamos entender o que significam e para que servem as NF’s no mundo corporativo. NFe, ou Nota Fiscal Eletrônica é um documento totalmente digital que substitui as notas fiscais em papel. Tem como principal objetivo registrar uma transação de vendas de produtos e serviços entre a empresa fornecedora e o cliente, além de, claro, …

Saiba a diferença entre NFe de Ajuste e NFe Complementar. Leia mais »

The post Saiba a diferença entre NFe de Ajuste e NFe Complementar. appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
Primeiramente, vamos entender o que significam e para que servem as NF’s no mundo corporativo. NFe, ou Nota Fiscal Eletrônica é um documento totalmente digital que substitui as notas fiscais em papel.

Tem como principal objetivo registrar uma transação de vendas de produtos e serviços entre a empresa fornecedora e o cliente, além de, claro, comprovar a validade da venda e o recolhimento de impostos.

Um dos maiores questionamentos que principalmente empresas mais antigas possuem é sobre a validade dessas notas. Elas de fato são válidas? Sim! O documento fiscal é transmitido pela internet e sua validade é garantida pela assinatura digital, ou o conhecido certificado digital.

Atenção! A não utilização de notas fiscais pode ser considerada sonegação fiscal, podendo gerar multas para a empresa ou até mesmo para o cliente.

Benefícios da NFe

Os principais benefícios da NFe são a segurança e a velocidade da emissão. Através da internet, tudo se torna muito mais ágil e prático para realizar. Além disso, a utilização das NFe’s reduzem os custos com papel, reduzem a quantidade dos erros, aumenta a sua credibilidade com o cliente e, sem dúvidas, gera maior organização e modernidade para sua empresa.

Nota Fiscal de Ajuste

As Notas Fiscais de Ajuste identificam notas fiscais emitidas para fins de ajuste na escrituração do documento. Ou seja, notas de ajuste não se referem a transações com mercadorias e devem ser emitidas apenas para fins escriturais.

São principalmente utilizadas em operações das quais não possuem circulação de produtos, como uma Nota Fiscal de transferência de crédito, entre outros. Um exemplo para isso é caso o balanço da empresa não bata, falte ou sobre uma pequena quantia. Para reajustar, portanto, utiliza-se uma NFe de Ajuste.

Nota Fiscal Complementar

As Notas Fiscais Complementares, portanto, são utilizadas em diferentes situações:

– Reajuste de preço em razão de contrato ou qualquer outra ocasião que altere o aumento no valor original da operação;

– Na regularização de diferença de preço, em operação ou prestação, na quantidade de mercadoria, quando for feita no período de apuração de imposto em que o documento fiscal tiver sido emitido ou para lançar imposto não efetuado no momento da emissão, por cálculo incorreto;

– Na exportação, caso o valor do contrato de câmbio ocasione acréscimo ao valor da operação na NFe.

Observação: Todas as informações a serem complementadas devem ser inseridas na nota fiscal.

Um exemplo para isso são: destaque do tributo (NF Complementar de ICMS); Especificação da quantidade (NF Complementar de quantidade); Valor descrito (NF Complementar de valor).

Como saber a hora e o modelo correto que devo emitir?

Tenha com você o auxílio de um emissor de Notas Fiscais Profissional! É ele quem auxiliará nas emissões dos documentos e na qualidade das transações, sem preocupações e dores de cabeça futuros.

Os sistemas de ERP da Logosystem oferecem esse sistema com um aprimoramento de gestão de dados de processos para a sua empresa, indústria e/ou organização! Um sistema completo, com assistência personalizada e muito didático de utilizar.

Não perca tempo e entre em contato com o time de especialistas da Logosystem para saber mais!

The post Saiba a diferença entre NFe de Ajuste e NFe Complementar. appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
https://logosystem.com.br/blog/saiba-a-diferenca-entre-nfe-de-ajuste-e-nfe-complementar/feed/ 0
Planejamento de Compras EFICIENTE e Gerenciamento de Estoque ORGANIZADO https://logosystem.com.br/blog/planejamento-de-compras-eficiente-e-gerenciamento-de-estoque-organizado/ https://logosystem.com.br/blog/planejamento-de-compras-eficiente-e-gerenciamento-de-estoque-organizado/#respond Thu, 02 Dec 2021 13:59:58 +0000 https://www.logosystem.com.br/?p=80253 Você sabe o que é o planejamento de compras? É simplesmente o ato de previsibilidade dos insumos necessários para que a sua indústria/empresa consiga produzir os seus bens e serviços. A grande maioria dos bons empresários acreditam que o processo de compras é fundamentalmente estratégico e afeta totalmente nas oportunidades do negócio. Planejar bem é …

Planejamento de Compras EFICIENTE e Gerenciamento de Estoque ORGANIZADO Leia mais »

The post Planejamento de Compras EFICIENTE e Gerenciamento de Estoque ORGANIZADO appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
Você sabe o que é o planejamento de compras? É simplesmente o ato de previsibilidade dos insumos necessários para que a sua indústria/empresa consiga produzir os seus bens e serviços.

A grande maioria dos bons empresários acreditam que o processo de compras é fundamentalmente estratégico e afeta totalmente nas oportunidades do negócio. Planejar bem é muito necessário para a saúde financeira da sua empresa.

Prever as demandas faz com que o seu setor financeiro possa verificar a disponibilidade de dinheiro no fluxo de caixa, além de claro, o giro dos produtos no seu estoque. Além disso, se o processo tem tempo como seu aliado, sua empresa tem maior folga para pesquisar os melhores preços e condições de negociação mais favoráveis. Ou seja, previsibilidade faz você comprar no momento correto, na quantidade correta, mais barato e estudar melhor as opções.

Uma boa gestão empresarial permite otimizar o processo de compras de sua empresa. Escrevemos um artigo sobre como melhorar a gestão de sua indústria e você pode conferir aqui.

Além disso, essa etapa também é uma brecha para traçar melhorias e reduções de custo sem afetar o desempenho dos setores. Confira nosso artigo com dicas para o setor financeiro em tempos de crise.

Faça o orçamento, compre e confira o recebimento das mercadorias

Essas três etapas variam de cada empresa, mas, uma coisa é certa: todas elas precisam estar atentas a cada um desses pontos. Em algumas empresas, os orçamentos já estão pré-estabelecidos pois os fornecedores já são fixos e confiáveis. O ponto mais importante é conhecer as oportunidades de qualidade, preços, prazos e formas de pagamento disponíveis no mercado.

Com a mercadoria comprada e recebida, confira o recebimento dos pedidos o mais breve possível. Esteja atento à qualidade dos produtos e se o prazo foi cumprido, além de claro, se todos os documentos fiscais estão corretos e foram emitidos conforme as ordens de compra e de negociação. Certifique-se de que o índice de qualidade dos seus fornecedores [IQF] estão de acordo com o nível da sua empresa, saiba mais sobre IQF em nosso blog.

Com tudo isso conferido, é hora de gerir o estoque!

No momento em que tudo está em ordem e já conferido, é hora de registrar as mercadorias no seu sistema de gestão de estoque, para que seja possível controlar com mais clareza e assertividade os insumos e produtos disponíveis.

É somente através desse controle que todo o processo anterior pode ser construído com êxito e pontualmente, evitando perdas, falta de insumos, danos e produtos fora da validade.

Planejamento / Necessidade de Compras

Ter um estoque grande durante muito tempo pode diminuir o fluxo de caixa e reduzir os lucros de sua empresa. Por outro lado, ter um estoque com pouco produto faz com que você perca oportunidades de vendas e não consiga bater metas e/ou atingir um lucro interessante. Além de afastar muitos clientes pela falta de mercadorias e diminuição da confiança do mesmo em você.

Uma visão das necessidades, portanto, serve para que uma quantidade correta de produtos ou matérias prima estejam sempre disponível, em um número equilibrado e adequado.

Como calcular?

Vamos supor que você tenha uma indústria e produz para atender as vendas, você pode ou não ter parte do estoque dos produtos vendidos já prontos esperando para ser faturados, mas como indústria é provável que você tenha um prazo de entrega e tenha de emitir ordens de produção para produzir esta demanda faltante. Ao mesmo tempo seu estoque de matéria prima pode já estar abastecido, mas aqui também provavelmente você terá de fazer todo o processo de compras com coleta de preços e efetivação dos pedidos.

Como calcular essa falta? Imaginando que você tenha um portfólio com muitos itens sendo vendidos, alguns já com saldo em estoque, outros tenha de ser totalmente produzidos, matérias primas que são consumidos por diversos produtos ao mesmo tempo, sendo que estes materiais possam estar em casa e outros estejam faltando. Nesse caso, somente com um software ERP que tenha uma ferramenta especialista você conseguirá saber de forma rápida e segura o que vai precisar comprar. Nem vamos entrar na situação onde podemos ter novas vendas ocorrendo e outras que possa estar sendo canceladas, aqui vai ser o verdadeiro Mundo Vuca.

Para agilizar e dar segurança, seu software deverá saber quais materiais serão necessários e para cada um deles saber quanto tem em estoque, quanto tem comprado que ainda não chegou, ter uma visão de reserva por ordem de produção pois elas tem datas diferentes de uso desses materiais, isso tudo podendo mostrar a qualquer momento com filtros diferentes como datas de entrega, estoque mínimo, linhas de produto, cliente… lembre-se que uma nova venda ou qualquer cancelamento já irá interferir nas necessidades desses materiais.

Outro ponto pouco lembrado é que ele é limitador de produção, as vezes você terá de limitar a venda ou mudar o prazo de novas entregas pois não conseguirá produzir no prazo e com isso deverá evitar o atraso nas entregas que geralmente é um item crucial no seu conceito perante seu cliente.

Além disso, considere o giro de estoque. Um produto com baixa saída ou em um período não tão bom pode fazer com que você perca vendas e um produto em excesso pode fazer com que você tenha dinheiro parado.

Conclusão.

Alinhado ao planejamento de compras corporativas, economizar recursos na organização é essencial para a saúde financeira da mesma. Por essas e outras razões, fazer um bom planejamento de compras é parte de um organizado processo estratégico, o qual tem por objetivo gerenciar o fluxo de suprimentos de uma empresa, zelando pela tríade preço, prazo e qualidade.

 Uma gestão de dados de qualidade é a chave de um processo bem desenhado e confiável. Opte por utilizar uma boa ferramenta de gestão de dados, para que todo o escopo do projeto de planejamento de compras possa sair bem desenhado e atinja as expectativas.

Entre em contato e conheça as nossas soluções de gestão de estoque agora mesmo!

The post Planejamento de Compras EFICIENTE e Gerenciamento de Estoque ORGANIZADO appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
https://logosystem.com.br/blog/planejamento-de-compras-eficiente-e-gerenciamento-de-estoque-organizado/feed/ 0
Manufatura Inteligente – Menos desperdício e mais resultado https://logosystem.com.br/blog/manufatura-inteligente-menos-desperdicio-e-mais-resultado/ https://logosystem.com.br/blog/manufatura-inteligente-menos-desperdicio-e-mais-resultado/#respond Wed, 03 Nov 2021 19:55:01 +0000 http://www.logosystem.com.br/?p=80162 Você com certeza já ouviu falar sobre inteligência artificial. Em conversas com seus colegas, depois de muito discutirem sobre um assunto, você abre seu Instagram e começa a se deparar com alguns anúncios sobre exatamente o que vocês estavam conversando. Sim, Isso é extraordinário! E na indústria, afinal, isso também existe? Claro! Essa comunicação ela …

Manufatura Inteligente – Menos desperdício e mais resultado Leia mais »

The post Manufatura Inteligente – Menos desperdício e mais resultado appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
Você com certeza já ouviu falar sobre inteligência artificial. Em conversas com seus colegas, depois de muito discutirem sobre um assunto, você abre seu Instagram e começa a se deparar com alguns anúncios sobre exatamente o que vocês estavam conversando. Sim, Isso é extraordinário!

E na indústria, afinal, isso também existe? Claro! Essa comunicação ela se estabelece através do que chamamos de IoT (Internet of Things) ou, em português, Internet das Coisas.

A Internet Das Coisas e a conexão com a Manufatura Inteligente

Não é de muito tempo em que a indústria brasileira já está se adaptando à esses modelos de manufatura inteligente. Através de microprocessadores e microcontroladores, os processos de fabricação das empresas já passa a ser automatizado sem quase nenhuma dor de cabeça.

Porém, a diferença desse tipo de tecnologia para um sistema de IoT é, simplesmente, a comunicação que é feita das máquinas com os computadores e os demais setores de produção. Em uma manufatura totalmente inteligente, o braço humano é praticamente imperceptível dentro da produção e, praticamente tudo é controlado pela inteligência artificial.

Vamos à um exemplo prático de IoT na vida real e vamos compará-lo à um sistema de produção industrial também com a mesma tecnologia.

Imagine que você está em uma casa totalmente automatizada. Momentos antes de você se levantar da cama a cafeteira já é automaticamente acionada e alguns alarmes de sua casa já começam a se desligar. Você levanta e, ao chegar no banheiro as luzes já estão acesas e sua música preferida já está tocando para que um dia bom se inicie.

No fim de mês, por exemplo, sua geladeira já entende que as compras do mês já precisam ser efetuadas e logo já emite um pedido ao supermercado delivery que, em questão de horas já estará entregando as mercadorias em sua casa com tudo pago, sem necessidade de dinheiro e/ou cartões, mas, sua contabilidade também já está sabendo desses gastos e a planilha já foi atualizada.

O mesmo também acontece em indústrias automatizadas. Antes mesmo de os insumos apontarem falta no estoque os pedidos já são enviados ao setor de compra para que a verificação e a atualização das compras seja efetuada.

Além disso, toda a produção está na mão dos gestores para acompanhamento em tempo real do que acontece em cada etapa de fabricação, sendo analisada através de Big Data e armazenamento de Dados em Nuvem. Com uma ferramenta desse porte em mãos, fica muito claro que a capacidade de antecipação de erros e falhas no processo é uma vantagem muito importante a ser destacada, reduzindo a probabilidade de problemas de maquinário e produção.

Indústrias que aderem à Manufatura 4.0 reduzem em até 50% o tempo de solução dos imprevistos no processo.

Além da utilização do IoT, a robótica é um grande aliado nos estímulos de eficiência de uma organização. Sua aplicação é simplesmente um sistema de comunicação que integra todos os setores da indústria e fornece maior flexibilidade de tempo e dinheiro, além de autonomia nos processos. E não pense que a automação é somente no chão de fábrica, ela também acontece nos setores de compra, estoque e até mesmo recursos humanos.

Lembre-se: Manufatura Inteligente é para toda a organização.

Como posso começar a aplicação desses sistemas inteligentes em minha indústria?

Comece por investir em um ERP Inteligente e eficaz. A gestão de dados qualificada é o primeiro passo para a garantia de fluidez e agilidade nesse percurso de aprimoramento dos processos de sua empresa.

Com isso, todas as decisões de sua empresa serão pautadas em dados reais e atualizados em tempo real sobre todos os processos envolvidos na sua indústria, garantindo melhores tomadas de decisão e prolongando a qualidade dos serviços de sua organização.

Entre em contato com a gente e comece agora mesmo!

The post Manufatura Inteligente – Menos desperdício e mais resultado appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
https://logosystem.com.br/blog/manufatura-inteligente-menos-desperdicio-e-mais-resultado/feed/ 0
Tenha ÓTIMOS RESULTADOS com o Ciclo de Vida BPM https://logosystem.com.br/blog/tenha-otimos-resultados-com-o-ciclo-de-vida-bpm/ https://logosystem.com.br/blog/tenha-otimos-resultados-com-o-ciclo-de-vida-bpm/#respond Fri, 22 Oct 2021 14:32:26 +0000 http://www.logosystem.com.br/?p=80128 Para que uma empresa funcione com o melhor que ela pode oferecer, todos os setores precisam estar funcionando em sua máxima potência e, na grande parte dos casos, gerenciar tudo isso não é uma tarefa fácil. O Ciclo de Vida BPM existe para gerenciar e organizar cada um desses processos. Vamos à um exemplo: Suponhamos …

Tenha ÓTIMOS RESULTADOS com o Ciclo de Vida BPM Leia mais »

The post Tenha ÓTIMOS RESULTADOS com o Ciclo de Vida BPM appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
Para que uma empresa funcione com o melhor que ela pode oferecer, todos os setores precisam estar funcionando em sua máxima potência e, na grande parte dos casos, gerenciar tudo isso não é uma tarefa fácil. O Ciclo de Vida BPM existe para gerenciar e organizar cada um desses processos.

Vamos à um exemplo:

Suponhamos que sua empresa, que antes era só B2B (venda para outras empresas), agora começa a se expandir para também um canal B2C (venda para cliente final). Você não estava acostumado a gerenciar processos para clientes finais, tampouco gerenciar sua marca no mercado e não consegue identificar o problema da falta de consumidores ou do crescimento baixo a cada mês.

Contrata então uma empresa de gestão e, com algumas análises e algumas semanas de trabalho descobrem que o seu problema era uma gestão de marca eficiente. A grande verdade é, portanto, que só é possível melhorar aquilo que se pode analisar, não é verdade?

A sigla BPM no mundo corporativo significa Business Process Management. Em português, portanto, significa “Gestão de Processos de Negócio”.
É a ferramenta ideal para coletar informações sobre as tarefas da empresa e analisar o que pode ser aprimorado e as prioridades de aprimoramento.

Desta forma a sua empresa estará sempre alinhada com as expectativas dos clientes, que compram o seus produtos e serviços esperando sempre o melhor.

O Ciclo de Vida BPM

1 – Planejamento e Alinhamento Estratégico

O planejamento, como conversamos em diversos artigos aqui no blog, é uma das fases fundamentais do início de mudanças em uma organização. Nessa fase faz-se necessário a análise de tudo o que se tem em mãos como dados e informações. É somente através dela que é possível entender todos os processos e como eles estão interligados no dia a dia da empresa.
Para ele, é necessário a execução de 4 etapas:

  • Organizar os processos por setor e ordem.
  • Identificar os processos principais, os secundários e os de apoio.
  • Traçar os indicadores de desempenho.
  • Preparar os dados para a análise de processos.

2- Análise de Processos

É nesta fase do ciclo de vida bpm que os processos precisam ser analisados exatamente como eles estão acontecendo no dia a dia da empresa. É somente dessa maneira que você conseguirá “imprimir uma foto real” do que está acontecendo e, claro, permitindo assim você analisar e avaliar cada um com mais clareza.

É com esta análise do momento atual que será possível entender o que poderia ser melhorado, visando as fases seguintes do ciclo BPM.

Nessa fase, portanto, temos os seguintes pontos:

  • Entendimento das estratégias, metas e dos indicadores.
  • Compreensão total dos processos do negócio.
  • Visão holística da empresa (total).
  • Entradas e saídas, incluindo clientes e fornecedores.
  • Networking e troca de informações entre as equipes.
  • Recursos disponíveis e utilizados.
  • Mapeamento das regras de negócio.

3 – Desenho de processos

É nesse momento em que os processos começam a ser repensados. Agora com os principais problemas encontrados, as falhas e os atrasos, além de outros problemas nos processos, fica muito mais fácil de desenhar novamente as estratégias a serem tomadas.

Além disso, é nessa etapa que não podem ser deixados de lado os protótipos e as simulações, baseando-se sempre nos mais variados cenários e ocasiões, para que todas as possibilidades sejam delimitadas e estrategicamente desenhadas.

Nessa etapa, conclui-se:

  • Protótipos e documentação de TODOS os processos.
  • Identificação das necessidades de dados e integrações.
  • Estratégias claras e bem desenhadas para TODOS os processos e problemas encontrados.
  • Metas a partir das mudanças desenhadas.
  • Análise comparativa entre cenários de processos.
  • Testes dos processos.
  • Estudos para automatização das mudanças.
  • Cronograma de implantação e responsabilidades.

4 – Implantação

Nessa fase, como o próprio nome já nos informa, é hora de pôr em prática todo o cronograma desenhado. Responsabilidades e prazos definidos na etapa 3 agora devem ser prioridade na vida da empresa.

Sua organização pode implantá-la de algumas formas, com o auxílio de ferramentas criativas e até mesmo softwares de implantação e coordenação de tarefas, mas, independente da maneira o objetivo será o mesmo: permitir e pôr em ação a execução dos processos como foram definidos e documentados, na forma de um fluxo de trabalho.

5- Monitoramento dos Processos

Assim como um bom pós-venda, precisa-se monitorar os novos processos. É nesta fase do ciclo BPM que se é possível descobrir se os desenhos das melhorias dos processos estão alinhados com os objetivos da empresa, monitorando-se os indicadores adequados à avaliação dos resultados e fazendo ajustes assim que necessário.

Em termos gerais, os principais indicadores são:

  • Tempo em que o processo ocorre.
  • Custo do processo.
  • Capacidade do processo: quanto ele efetivamente produz?
  • Qualidade do resultado (produto ou serviço) entregue ao cliente.

6 – Refinamento de Processos

Nessa etapa, com os processos validados e já em prática, é necessário então estabelecer um cronograma de práticas de melhoria contínua. Analisando os resultados obtidos com os novos processos e comparando-os com os cenários passados e futuros, sua organização tem em mãos um prato cheio para novas decisões estratégicas, sempre elevando o fluxo de trabalho em prol de melhorias dentro do próprio ciclo da organização. O foco deve estar direcionado para a melhoria do desempenho, no aprimoramento das possibilidades que empresa pode possuir, na redução de custos e no atendimento das necessidades dos clientes e do relacionamento com eles.

É por esse motivo que chamamos essa ferramenta de Ciclo de Vida BPM. Com tudo implantado e funcionando, um ciclo de aprimoramentos se encerra dando vida à um novo que se inicia, mantendo sempre fresquinhas as ideias e a empresa em 100% de sua eficácia.

Conclusão

Com um bom ERP no seu negócio e uma gestão de dados eficiente e de qualidade, você garante ainda mais fluidez e agilidade na busca por melhorias e na aplicação de um BPM assertivo, garantindo melhores resultados à curto, médio e longo prazo e, aprimorando suas entregas, melhorando seu relacionamento com os clientes e funcionários e claro, prolongando a saúde da organização.

Entre em contato com a gente e saiba mais!

The post Tenha ÓTIMOS RESULTADOS com o Ciclo de Vida BPM appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
https://logosystem.com.br/blog/tenha-otimos-resultados-com-o-ciclo-de-vida-bpm/feed/ 0
Tempos de Crise: Como organizar as finanças da minha empresa? https://logosystem.com.br/blog/tempos-de-crise-como-organizar-as-financas-da-minha-empresa/ https://logosystem.com.br/blog/tempos-de-crise-como-organizar-as-financas-da-minha-empresa/#respond Fri, 01 Oct 2021 13:00:01 +0000 http://www.logosystem.com.br/?p=80120 Em momentos de crise, como a que estamos enfrentando, a incerteza econômica, os problemas de comercialização, o mercado sem movimentação, as vendas não fluem, tudo parece que irá desmoronar. O essencial nessas ocasiões, portanto, é perceber esses problemas e partir logo para “arrumar a casa”. É nesse momento que a maioria dos gestores perceber que …

Tempos de Crise: Como organizar as finanças da minha empresa? Leia mais »

The post Tempos de Crise: Como organizar as finanças da minha empresa? appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
Em momentos de crise, como a que estamos enfrentando, a incerteza econômica, os problemas de comercialização, o mercado sem movimentação, as vendas não fluem, tudo parece que irá desmoronar. O essencial nessas ocasiões, portanto, é perceber esses problemas e partir logo para “arrumar a casa”.

É nesse momento que a maioria dos gestores perceber que uma boa gestão financeira pode mudar todo o escopo da empresa, inclusive e principalmente seu futuro.

Alinhado à isso, os controles financeiros são as principais métricas da gestão financeira, preparando-se tanto para os momentos presentes quanto para momentos de crise.

Ao analisar os dados do negócio, o gestor financeiro encontra diversas informações que, se não entregues de maneira prática, podem ser um problema gigantesco:

  • Qual o Faturamento do mês?
  • Como está o estoque?
  • Quanto precisamos comprar para manter o estoque em dia?
  • E o lucro?
  • Quais os produtos mais saem do estoque?
  • Quais os que ficam?
  • Quanto sobrará no caixa no final desse mês?

Além desse caos numérico e de dados, o gestor está também em um papel de tomada de decisões, afinal, sem elas a empresa não possui um rumo coerente para seguir. O maior problema, portanto, é que A GRANDE MAIORIA DAS DECISÕES DO MERCADO SÃO TOMADAS COM DADOS INSEGUROS E MAL ANALISADOS.

Para que uma boa seleção de dados seja de fato visualizada, a organização é o primeiro passo para que isso aconteça. Tenha tudo catalogado!

Despesas fixas, água, luz, telefone, serviços contábeis, notas fiscais, relatórios de pagamento, relatórios de funcionamento de máquinas, fichas de custos com manutenção, entre outros. Mais uma vez: Tenha tudo em mãos!

Existem muitas maneiras de guardar esses dados: você pode anotar tudo em papéis e canetas, guardar em fichários, separar as contas em pastas ou até mesmo catalogar tudo em planilhas. O grande problema disso tudo é: Você perde muito tempo! E, não só em momentos de crise mas, claro, muito mais nesses momentos delicados e tempo é dinheiro.

Possua um sistema ERP integrado como o GestorFácil na sua empresa, por exemplo. Isso lhe entregará diversos pontos positivos:

1 – Dados completos de todos os setores de sua organização;
2 – Organização dos dados para análise;
3 – Suporte nas análises e
4 – Inteligência corporativa;
5 – Integração com quaisquer sistemas do mercado.

Além disso, ele auxilia nas tomadas de decisões em diversas situações:

  • Projeções de vendas futuras;
  • Projeções de compras futuras;
  • Previsões de faturamento;
  • Levantamento de custos e investimentos;
  • Investimentos fundamentais e secundários;
  • Disponibilidades financeiras e capital de giro;
  • Contas de clientes pagas, vencidas e o tempo de atraso;
  • Revisões e manutenção de máquinas;
  • Reposição de estoques e almoxarifados.

Possuir um software que une Inteligência Corporativa com gestão de dados é a melhor opção tanto para evitar crises como para o enfrentamento delas.

Utilizando a ferramenta exata e com uma implementação adequada, abre-se um leque de oportunidades para sair de uma crise sem nenhuma complicação, garantindo melhores resultados à curto, médio e longo prazo e prolongando a saúde da organização.

Entre em contato com a gente e saia logo da crise!

The post Tempos de Crise: Como organizar as finanças da minha empresa? appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
https://logosystem.com.br/blog/tempos-de-crise-como-organizar-as-financas-da-minha-empresa/feed/ 0
Transformação dos negócios na forma de vender seus produtos https://logosystem.com.br/blog/transformacao-dos-negocios-na-forma-de-vender-seus-produtos/ https://logosystem.com.br/blog/transformacao-dos-negocios-na-forma-de-vender-seus-produtos/#respond Fri, 24 Sep 2021 10:14:47 +0000 http://www.logosystem.com.br/?p=80113 Quando falamos de transformação da forma de vender os seus produtos, falamos da implementação de novas tecnologias disponíveis no mercado que podem auxiliar, E MUITO, nessa nova etapa de vendas. Tecnologias, por si só, são fundamentais para esses upgrades, mas, o que vamos falar aqui hoje é sobre a união de duas ferramentas fantásticas que …

Transformação dos negócios na forma de vender seus produtos Leia mais »

The post Transformação dos negócios na forma de vender seus produtos appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
Quando falamos de transformação da forma de vender os seus produtos, falamos da implementação de novas tecnologias disponíveis no mercado que podem auxiliar, E MUITO, nessa nova etapa de vendas.

Tecnologias, por si só, são fundamentais para esses upgrades, mas, o que vamos falar aqui hoje é sobre a união de duas ferramentas fantásticas que alavancam de fato as facilidades de gestão e comercialização, confira:

Logosystem

Se você está bem situado nos nossos artigos, já conhece um pouco sobre o que a LogoSystem é capaz de fazer. Caso contrário, vamos conhecer.

Sediada em Criciúma – Santa Catarina, inicialmente a empresa possuía soluções voltadas à indústria do vestuário. Anos depois, decidiu diversificar as soluções, desenvolvendo um novo produto voltado para indústrias dos ramos de metalmecânica, automação, manufatura e químicos. Hoje possui abrangência nacional, com clientes em diversos estados, atendendo empresas de grande, médio e pequeno porte.

Como soluções fundamentais, a empresa aporta os seguintes sistemas:

  •  GestorFácil

Sistema de gestão integrado que atende as necessidades gerenciais de indústrias que trabalham em linha, lote ou projetos por demanda. Com ele você controla e gerencia, de forma 100% sincronizada, as áreas de engenharia de produtos, orçamentos, comercial, suprimentos, industrial, serviços e financeiro, otimizando assim, os resultados do seu negócio. (clique aqui e conheça todos os módulos) 

  •  VestFácil

Sistema de gestão que atende a indústria do vestuário de forma integral. Com ele, você monitora sua produção e analisa a necessidade de materiais em tempo real, controla sua produtividade e qualidade de mão de obra interna ou externa, com Lavanderia integrada ou não. (clique aqui e conheça todos os módulos) 

  •  LavFácil

Sistema de gestão que atende especificamente lavanderias industriais. Com ele você controla sua lavanderia de forma integral, desde receitas de processos, lacre e produção até o consumo por lote dos produtos químicos. Confere consumo de água, movimenta e faz apontamentos da produção por código de barras e atende ainda, com a opção de utilização do módulo vestuário integrado. (clique aqui e conheça todos os módulos) 

Potencial da parceria

Além disso, acreditamos no potencial da união de ferramentas que proporcionam melhorias concretas para o seu negócio. É pensando nisso que fizemos uma parceria com a Mercos, uma empresa voltada para a força de vendas intuitiva e com qualidade e lançamos a Força de Vendas E-commerce B2B.

Confira algumas das vantagens dessa dupla:

Automatize seu processo comercial e acelere suas vendas

Use o força de vendas Mercos integrado ao ERP da LogoSystem e ganhe eficiência da entrada do pedido ao faturamento.

Força de vendas prático e intuitivo

O vendedor ganha agilidade na emissão de pedidos por Android  iOS, além de acompanhar os indicadores de vendas em tempo real. 

Qualidade na integração e comprometimento com prazos

Projetos de integração com prazos justos. Equipe Mercos e LogoSystem exclusiva para suporte à integração e implantação. 

Atendimento para todos os usuários do seu cliente 

Equipe dedicada ao suporte de vendedores e gestores. Tempo médio de respostas via chat e telefone menor que um minuto com índice de satisfação de 95%. 

Feito para seu cliente vender mais 

Funcionalidades para acelerar resultados com atendimento às políticas comerciais. 

Utilizando as ferramentas corretas, com uma implementação em conjunto, abre-se um leque de oportunidades no que diz respeito à vendas e gestão de produtos, garantindo maior eficácia, velocidade e qualidade nas vendas e nas relações comerciais efetivadas.

Entre em contato e implemente já esse conjunto de soluções pra o seu negócio!

The post Transformação dos negócios na forma de vender seus produtos appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
https://logosystem.com.br/blog/transformacao-dos-negocios-na-forma-de-vender-seus-produtos/feed/ 0
Dicas para implementar um Planejamento e Controle da Manutenção (PCM) – 05 passos https://logosystem.com.br/blog/dicas-para-implementar-um-planejamento-e-controle-da-manutencao-pcm-05-passos/ https://logosystem.com.br/blog/dicas-para-implementar-um-planejamento-e-controle-da-manutencao-pcm-05-passos/#respond Sat, 18 Sep 2021 17:41:17 +0000 http://www.logosystem.com.br/?p=80106 No artigo “O que é planejamento e controle da manutenção (PCM)?” conversamos sobre como os processos de produção de uma empresa precisam de um Planejamento de Controle de Manutenção. Além disso, falamos detalhadamente sobre cada tipo de PCM, do que se tratam, para que servem e como cada um deles se comportam. Neste artigo, portanto, …

Dicas para implementar um Planejamento e Controle da Manutenção (PCM) – 05 passos Leia mais »

The post Dicas para implementar um Planejamento e Controle da Manutenção (PCM) – 05 passos appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
No artigo “O que é planejamento e controle da manutenção (PCM)?” conversamos sobre como os processos de produção de uma empresa precisam de um Planejamento de Controle de Manutenção.

Além disso, falamos detalhadamente sobre cada tipo de PCM, do que se tratam, para que servem e como cada um deles se comportam. Neste artigo, portanto, separamos 5 dicas para que você comece a aplicar agora mesmo o PCM com Maestria, englobando desde uma boa coleta de dados até verificações e controles de qualidade nos processos. Confira!

O PCM, portanto, deve ser encarado como um aliado à gestão do negócio, isso porque, sem ele o funcionamento correto dos processos e dos equipamentos não acontecerá como esperado e/ou planejado.

1 – Emita Ordens de Serviço

Ordens de serviço podem parecer simples, mas, é através da emissão dessa ferramenta que podemos mensurar diversos elementos, sendo fundamental para o acompanhamento do andamento dos trabalhos e servindo como base de dados para as manutenções futuras. 

2 – Colete Dados de qualidade

Para que o Plano e Controle de Manutenção seja eficiente, processos devem ser baseados em dados concretos dos processos de produção que são provenientes das Ordens de Serviço emitidas.

Através delas é possível extrair estatísticas que comprovam a eficácia dos equipamentos e que possibilitam a tomada de decisão das técnicas de otimização que serão implementadas.

3 – Faça um tratamento de dados eficiente

Muitos dos dados coletados necessitam de um tratamento, que nada mais é do que uma organização dos indicadores de desempenho, como por exemplo: horas trabalhadas, quantidades de ordens de serviço, custo com materiais de manutenção, custo com mão de obra para manutenção, tempo gasto em atendimento e o tempo que as máquinas ficaram paradas para que a manutenção ocorresse.

4 – Elabore Planos de Manutenção

Como conversamos no artigo anterior, as manutenções preditivas e preventivas são processos que devem andar juntos. É de extrema importância, portanto, elaborar um plano que avalie o estado de conservação atual das máquinas, como temperatura, por exemplo, e posteriormente levantar probabilidades de data para que as manutenções preventivas ocorram, evitando assim problemas futuros com engasgues na produção.

5 – Tenha um bom ERP em mãos

Para que todo o planejamento aconteça de forma harmoniosa, a catalogação dos dados que demonstram o que ocorrem nos processos é um ponto necessário e indispensável. 

Com a base de dados entregue pelo GestorFácil sobre suas máquinas e processos, a aplicação do Planejamento e Controle de Manutenção será muito mais eficaz e pautada em referências concretas, garantindo assim eficiência e qualidade para sua produção.

Fale com a gente e conheça agora o GestorFácil!

The post Dicas para implementar um Planejamento e Controle da Manutenção (PCM) – 05 passos appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
https://logosystem.com.br/blog/dicas-para-implementar-um-planejamento-e-controle-da-manutencao-pcm-05-passos/feed/ 0
O que é planejamento e controle da manutenção (PCM)? https://logosystem.com.br/blog/crises-inovacao-na-industria-em-momentos-complexos-2/ https://logosystem.com.br/blog/crises-inovacao-na-industria-em-momentos-complexos-2/#respond Tue, 14 Sep 2021 17:14:05 +0000 http://www.logosystem.com.br/?p=80098 Assim como os processos de produção comuns de sua empresa, os sistemas de manutenção também devem seguir a mesma lógica, ou seja, quando uma manutenção é necessária dentro de um setor de sua empresa, é importantíssimo existir um cronograma de atuação, com objetivos, estratégias e processos de planejamento e execução. Para que isso ocorra com …

O que é planejamento e controle da manutenção (PCM)? Leia mais »

The post O que é planejamento e controle da manutenção (PCM)? appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
Assim como os processos de produção comuns de sua empresa, os sistemas de manutenção também devem seguir a mesma lógica, ou seja, quando uma manutenção é necessária dentro de um setor de sua empresa, é importantíssimo existir um cronograma de atuação, com objetivos, estratégias e processos de planejamento e execução.

Para que isso ocorra com maestria, esses processos devem ser baseados em dados concretos dos processos de produção, sendo possível extrair estatísticas que comprovam a eficácia dos equipamentos e que possibilitam a tomada de decisão das técnicas de otimização que serão implementadas.

O PCM, portanto, deve ser encarado como um aliado à gestão do negócio, isso porque, sem ele o funcionamento correto dos processos e dos equipamentos não acontecerá como esperado e/ou planejado.

Tipos de PCM

Apesar de parecer simples, o PCM possui diversos planos diferentes de manutenção, sendo cada um deles para uma função específica. Confira:

Plano de Manutenção Preventiva

Como o próprio nome já nos informa, o Plano de Manutenção Preventiva sugere que é necessário uma amostra de manutenções dentro de um calendário prescrito.

Considerando, a partir dos dados, que as probabilidades de quebra e de alertas de reparo se dão em um determinado período de tempo, esse plano considera essas datas para que antes de elas acontecerem haja uma manutenção que previna que o equipamento se deteriore ou venha a falhar.

Plano de Manutenção Preditiva

Bastante alinhada a Manutenção Preventiva, a Manutenção Preditiva considera os dados de atuação da máquina atual, principalmente no que diz respeito à fenômenos físicos (temperatura, velocidade, RPM’s) e, através deles, consegue entender se a máquina está apresentando problemas ou irá apresentar problemas.

Um exemplo disso é uma máquina que deveria estar apresentando 80ºC, porém, de um determinado tempo em diante ela começou a oscilar entre valores maiores, chegando a bater às vezes 90ºC. Isso pode significar que algum sistema de resfriamento da máquina pode estar danificado ou então irá colapsar.

Para que isso não ocorra, portanto, o responsável deverá informar que a manutenção preventiva deve ser adiada e o reparo seja imediatamente feito.

Plano de Manutenção Preventiva

Apesar de parecer simples, o PCM possui diversos planos diferentes de manutenção, sendo cada um deles para uma função específica. Confira:

Plano de Manutenção Corretiva

A manutenção Corretiva ela é de fato a correção do equipamento assim que se observa uma falha em seu funcionamento.

Nesse caso, considera-se que o tempo de inatividade da máquina para o reparo deve ser equivalente e de melhor custo do que o prejuízo que ela causará caso venha a falhar totalmente, otimizando assim a probabilidade de falhas maiores sem prejudicar o faturamento e/ou a produção por completo.

Plano de Manutenção Condicional

A Manutenção Condicional encara os dados constantemente através de softwares online de monitoramento. A manutenção de fato é realizada, portanto, quando alguns dos indicadores informa que a máquina virá a parar seus trabalhos brevemente.

Essa maneira de trabalho reduz os custos associados aos reparos de máquina, isso porque, minimiza a quantidade de falhas maiores e otimiza os recursos da empresa. 

Plano de Manutenção de Risco

Em último caso, a manutenção de Risco necessita de análises, controles e testes periódicos com muito mais cautela e detalhes.

Nesse caso, os equipamentos que apresentarem falhas mais graves e apontarem defeitos que expressam altos riscos para o processo devem ser substituídos por equipamentos novos e/ou então, se viável, passarem por um reparo minucioso e de qualidade.

Esse processo é extremamente necessário já que é através dele que a produção estará garantida e que o cliente poderá contar com sua credibilidade e  com a confiabilidade de sua mão de obra.

Conclusão

A melhor maneira de verificação e catalogação desses dados é através de um sistema de gerenciamento de dados, como o GestorFácil! Com uma base de dados qualificada sobre suas máquinas e processos, a aplicação do Planejamento e Controle de Manutenção será muito mais eficaz e pautada em exames concretos, garantindo assim eficiência e qualidade para sua produção. Fale com a gente e saiba como é fácil possuir o GestorFácil!

The post O que é planejamento e controle da manutenção (PCM)? appeared first on Logosystem Sistemas.

]]>
https://logosystem.com.br/blog/crises-inovacao-na-industria-em-momentos-complexos-2/feed/ 0